Assine nossa newsletter para se manter atualizado com dicas, notícias e promoções.

Descubra 10 curiosidades sobre “Mulher-Maravilha”, um clássico do Universo Cinematográfico da DC Comics

M- Mulher-Maravilha: o fenômeno cultural que conquistou o mundo

Em 2017, foi lançado o filme Mulher-Maravilha, que se tornou um verdadeiro fenômeno cultural. Dirigido por uma mulher, o longa foi o primeiro live action da história a ter um orçamento superior a US$ 100 milhões e arrecadou mais de US$ 820 milhões em bilheteria, conquistando críticas muito positivas.

Curiosidades sobre o filme

Uma das curiosidades sobre o filme é que a diretora Patty Jenkins estava escalada para dirigir um projeto anterior da Mulher-Maravilha em 2005, mas teve que deixar o projeto devido a uma gravidez. Ela esperou mais de uma década por essa oportunidade.

Durante a cena de abertura, é possível ver as Amazonas usando uma tira de couro que remete à mitologia grega, onde se dizia que elas não tinham seios. A locação escolhida para representar a ilha de Temiscira foi a Costa Amalfitana, na Itália.

O papel de Gal Gadot

A atriz Gal Gadot foi duramente criticada por sua magreza ao ser escolhida para interpretar a Mulher-Maravilha. No entanto, ela passou por um intenso treinamento e dieta para ganhar 17kg de massa muscular e se adequar ao papel.

No filme, a personagem de Gal Gadot, Diana Prince, tem seu primeiro contato com a humanidade durante a Primeira Guerra Mundial. Essa escolha foi feita para abordar temas polêmicos da época de forma mais profunda.

Homenagens e polêmicas

Inicialmente, a diretora Patty Jenkins queria homenagear a atriz Lynda Carter, que interpretou a Mulher-Maravilha na série dos anos 70, mas ela não pôde participar. O filme foi banido em alguns países devido à origem israelense da protagonista, Gal Gadot.

A Rainha Hipólita quase foi interpretada por Nicole Kidman, mas devido a conflitos de agenda, o papel ficou com Connie Nielsen. Kidman acabou participando do Universo Estendido DC como a Rainha Atlanna, mãe do Aquaman.

Em resumo, Mulher-Maravilha foi muito mais do que um simples filme de super-herói. Com sua importância cultural e impacto positivo, a produção conquistou fãs em todo o mundo e se tornou um marco no Universo Estendido DC.

Facebook
Twitter
Email
Print

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Parecidos

Zahy Tentehar, atriz, cantora, ativista e artista visual, homenageia suas raízes indígenas em ‘Falas da Terra’

Artista indígena Zahy Tentehar e sua jornada para representatividade na cultura Muita coisa aconteceu na vida de Zahy Tentehar, desde que ela veio para o Rio de Janeiro aos 19 anos “tentar a sorte”. Nascida na aldeia Colônia, no território indígena Cana Brava, no Maranhão, a atriz, cantora e ativista hoje com 34 anos, apresenta

Leia Mais →