Assine nossa newsletter para se manter atualizado com dicas, notícias e promoções.

Exposição “Caminho Tropical” é inaugurada em Niterói no Museu de Arte Contemporânea

Artista Portuguesa Bela Silva Apresenta Exposição “Caminho Tropical” no MAC de Niterói

O Museu de Arte Contemporânea (MAC) de Niterói recebeu a primeira exposição monográfica da renomada artista portuguesa Bela Silva no Brasil. Intitulada “Caminho Tropical”, a mostra impressiona com quatro impressionantes painéis de azulejos e uma variedade de esculturas, cerâmicas e desenhos, todos inspirados na fauna e flora.

Inauguração da Mostra “Caminho Tropical”

A inauguração da exposição ocorreu no último sábado, com a presença de convidados ilustres. A secretária municipal das Culturas, Julia Pacheco, destacou a importância da integração cultural proporcionada pela exposição.

Interpretação da Natureza Brasileira por Bela Silva

Bela Silva buscou inspiração na natureza brasileira e na literatura do país para criar as obras de “Caminho Tropical”. Os quatro painéis, compostos por azulejos da renomada fábrica portuguesa Viúva Lamego, são um verdadeiro deleite visual.

Integração entre Niterói e Portugal através da Arte

O presidente da Neltur, André Bento, ressaltou a importância da exposição para fortalecer os laços entre Niterói e as cidades portuguesas. O fotógrafo Claudio Fernandes também participa da mostra, exibindo seu trabalho que destaca a beleza natural do Parque Orla de Piratininga.

Perfil da Artista Bela Silva

Bela Silva, nascida em Lisboa, é conhecida por sua paixão pela fauna e flora tropicais, refletida em seus vibrantes painéis de azulejos. Sua exposição em Niterói é resultado de anos de pesquisa e inspiração na cultura brasileira.

Fonte: https://www.ofluminense.com.br/cidades/niteroi/2024/04/1272728-niteroi-abre-a-exposicao-caminho-tropical-no-museu-de-arte-contemporanea.html

Facebook
Twitter
Email
Print

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Parecidos

Zahy Tentehar, atriz, cantora, ativista e artista visual, homenageia suas raízes indígenas em ‘Falas da Terra’

Artista indígena Zahy Tentehar e sua jornada para representatividade na cultura Muita coisa aconteceu na vida de Zahy Tentehar, desde que ela veio para o Rio de Janeiro aos 19 anos “tentar a sorte”. Nascida na aldeia Colônia, no território indígena Cana Brava, no Maranhão, a atriz, cantora e ativista hoje com 34 anos, apresenta

Leia Mais →