Assine nossa newsletter para se manter atualizado com dicas, notícias e promoções.

Falta beleza e tristeza em ‘Madame Butterfly’ – Crítica de 17/03/2024 – Ilustrada


Butterfly: a Ópera de Puccini em Cartaz no Theatro Municipal de São Paulo

O renomado escritor japonês Yasunari Kawabata definiu a ópera “Madame Butterfly” como uma mistura de “beleza e tristeza”. A obra do compositor Giacomo Puccini está em cartaz no Theatro Municipal de São Paulo, em uma nova montagem dirigida por Livia Sabag.

Emocionante Estreia com Lotação Máxima

Com cenografia original do Teatro Colón de Buenos Aires, a ópera emocionou o público presente, apesar do calor intenso na noite paulistana. A Orquestra Sinfônica Municipal e o Coral Paulistano, sob regência de Roberto Minczuk, proporcionaram uma bela experiência musical.
A montagem, embora competente, pode não ter explorado totalmente a profundidade emocional da obra de Puccini. A falta de beleza e tristeza foi mencionada por alguns espectadores, que sentiram que a encenação poderia ter ido além na expressão dramática.

Falta de Intimidade e Potência Vocal

O primeiro ato pode ter sido um pouco arrastado, com a orquestra se destacando mais do que o desejado. A potência vocal dos protagonistas, interpretados por Carmen Giannattasio e Celso Albelo, poderia ter sido melhor explorada para capturar nuances emocionais da história.
A atuação dos demais cantores também foi afetada pela direção musical, que só encontrou equilíbrio a partir do segundo ato. Destaque para a utilização impactante de imagens do filme “Oharu” em momentos específicos da encenação.

Uma Análise Profunda da Partitura de Puccini

As belas melodias de Puccini surgem de forma teatral, envolvendo o público em uma jornada emocional intensa. A discussão sobre a representação oriental na ópera ganharia com uma análise mais detalhada da partitura, revelando possíveis camadas de ironia presentes na obra.
A tragédia de uma mulher explorada pela desigualdade de poder entre culturas é ressaltada pela genialidade de Puccini, que confronta temas complexos de forma musicalmente impactante.


Facebook
Twitter
Email
Print

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Parecidos

Dylan O’Brien enfrenta labirinto gigante e mortal em nova ficção científica da Netflix

‘Maze Runner’: Os Segredos dos Bastidores Revelados! A década de 2000 e 2010 foram marcadas pelas adaptações das sagas literárias jovem-adultas, com destaque para a franquia ‘Maze Runner’ dirigida por Wes Ball e baseada no romance de James Dashner. O enredo acompanha Thomas, interpretado por Dylan O’Brien, que chega em uma clareira no centro de

Leia Mais →
Orquestra Sinfônica de João Pessoa é prestigiada pelo público

Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa encanta público no Centro Cultural São Francisco O concerto da Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa (OSMJP) realizado no Centro Cultural São Francisco na última sexta-feira (5) foi um verdadeiro sucesso, com o espaço lotado de espectadores ansiosos por apreciar a música clássica. Regência impecável e repertório diversificado Sob

Leia Mais →