Assine nossa newsletter para se manter atualizado com dicas, notícias e promoções.

Filme de grande sucesso na Netflix em mais de 100 países



Aventura Turca “A Arte do Amor” Recebe Elogios dos Críticos

Aventura Turca “A Arte do Amor” Recebe Elogios dos Críticos

“A Arte do Amor” pode não ter tantos artifícios e estrelas mundialmente famosas quanto as produções norte-americanas, mas é surpreendentemente divertido. O filme de Recai Karagöz, que tem roteiro de Pelin Karamehmetoglu, narra a história da ex-curadora de artes e agora uma agente secreta da Interpol, Alin (Esra Bilgiç), que está em busca de um ladrão de quadros raros e icônicos de museus altamente seguros pela Europa.

Estrela Esra Bilgiç Brilha em Papel de Protagonista

Esra Bilgiç é uma beldade de olhos arregalados e um charme implacável, que interpreta sua personagem com poder e magnetismo. Alin descobre, em meio às investigações, que o homem que está procurando é ninguém menos que Güney (Birkan Sokullu), seu ex-namorado.

O reencontro, tempos depois, reacende antigas paixões, mas também desconfianças mútuas. Esteticamente inspirada por James Bond, a produção turca tem ótimas sequências de ação, embora os tropos sejam desfavoravelmente clichês.

Críticas e Elogios da Produção

O roteiro foi rechaçado pela crítica, chamado de superficial, entediante, dentre outras coisas. Mas parece ser tão difícil para os especialistas norte-americanos reconhecerem as qualidades das obras de língua não-inglesa quanto reconhecer os defeitos de seus produtos.

“A Arte de Amar”, na Netflix, é uma aventura no estilo blockbuster fora dos domínios de Hollywood. É preciso ousadia e coragem, ainda mais com um orçamento tão destoante. E conseguir entregar com classe e uma protagonista forte como é a de Esra Bilgiç, é para poucos.

Finalizando com uma Nota de 8/10

Além disso, a química da atriz com seu colega, Birkan Sokullu, com seu charme insolente, tempera o enredo, proporcionando um produto melhor e mais divertido do que o esperado. O material está longe de ser profundo ou original, mas entrega entretenimento suficiente para preencher sua noite. Aventure-se nessa emocionante jornada cinematográfica!

Facebook
Twitter
Email
Print

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Parecidos

Zahy Tentehar, atriz, cantora, ativista e artista visual, homenageia suas raízes indígenas em ‘Falas da Terra’

Artista indígena Zahy Tentehar e sua jornada para representatividade na cultura Muita coisa aconteceu na vida de Zahy Tentehar, desde que ela veio para o Rio de Janeiro aos 19 anos “tentar a sorte”. Nascida na aldeia Colônia, no território indígena Cana Brava, no Maranhão, a atriz, cantora e ativista hoje com 34 anos, apresenta

Leia Mais →