Assine nossa newsletter para se manter atualizado com dicas, notícias e promoções.

Judas Priest lança Invincible Shield e mantém sua relevância – 08/03/2024 – Ilustrada




Judas Priest: Banda de Heavy Metal lança novo álbum “Invincible Shield”

Judas Priest: Banda de Heavy Metal lança novo álbum “Invincible Shield”

Aos 50 anos de carreira, o Judas Priest soa tão atual hoje quanto soava vanguardista nas décadas de 1970 ou 1980. Não é pouco para uma das bandas que ajudou a criar o heavy metal — e que, em vez de se aposentar e descansar por ter escrito um capítulo da história da música pesada, optou por seguir excursionando o mundo e lançando discos.

Novo álbum “Invincible Shield”

“Invincible Shield”, 19° álbum do grupo britânico, chega nesta sexta-feira (8) às plataformas de streaming, tem uma vitalidade sonora capaz de agradar tanto aos fãs da banda que já têm cabelos brancos quanto aos mais novos.

“Contanto que você consiga se conectar com a geração mais jovem, há um futuro para o heavy metal e sempre haverá”, diz Ian Hill, o baixista do Judas Priest, em conversa por vídeo.

Portanto, segundo ele, quem decreta a morte do heavy metal está “muito, muito errado”. “Eu acho que o heavy metal está numa boa fase. Apesar da nossa idade, ele nos mantém relevante, mantém a música relevante.”

É claro que mantém, como provam as 11 faixas distribuídas em quase uma hora no novo disco da banda. “Crown of Horns” tem guitarras que choram, enquanto “As God Is My Witness” traz não só um rife poderoso, mas também uma série de solos de guitarra. Contudo, é “Invincible Shield”, a enérgica segunda música do disco, que o baixista elege como uma das suas preferidas, dizendo que ela é um bom exemplo de tudo o que a banda é capaz.

As linhas de baixo do álbum novo foram escritas por ele em quartos de hotel da Europa durante a última turnê da banda, que comemorava o cinquentenário do grupo e passou pelo Brasil no final de 2022 em dois shows incendiários.

Desafios durante a pandemia

Mas de modo geral, “Invincible Shield” foi composto durante a pandemia — com as restrições impostas pela Covid, os músicos ficaram separados e acabaram gravando em estúdios diferentes nos Estados Unidos e no Reino Unido.

Apesar das adversidades, Hill afirma que o Judas Priest tentou dar um passo adiante em relação ao trabalho anterior, “Firepower”, lançado em 2018. A ideia, segundo ele, era fazer um álbum melhor.

Entre os dois últimos discos, o Judas Priest conseguiu um feito de fazer inveja — em 2022, a banda entrou para o Rock & Roll Hall of Fame, onde agora faz companhia a AC/DC e Black Sabbath como alguns dos poucos grupos de metal na lista de quem contribuiu de maneira significativa para a história do rock.

Ao recordar da apresentação da banda durante a cerimônia em Los Angeles em que a nomeação foi oficializada, o baixista descreve uma sensação de pertencimento do Judas Priest com os músicos de outros estilos que estavam presentes naquela noite, como se todos fossem uma família. É uma conquista e tanto.

Refletindo sobre a sua carreira, Hill se mostra satisfeito. “Eu acho que eu consegui mais do que sempre sonhei. Agradeço às minhas estrelas da sorte todos os dias.”


Facebook
Twitter
Email
Print

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Parecidos

Dylan O’Brien enfrenta labirinto gigante e mortal em nova ficção científica da Netflix

‘Maze Runner’: Os Segredos dos Bastidores Revelados! A década de 2000 e 2010 foram marcadas pelas adaptações das sagas literárias jovem-adultas, com destaque para a franquia ‘Maze Runner’ dirigida por Wes Ball e baseada no romance de James Dashner. O enredo acompanha Thomas, interpretado por Dylan O’Brien, que chega em uma clareira no centro de

Leia Mais →
Orquestra Sinfônica de João Pessoa é prestigiada pelo público

Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa encanta público no Centro Cultural São Francisco O concerto da Orquestra Sinfônica Municipal de João Pessoa (OSMJP) realizado no Centro Cultural São Francisco na última sexta-feira (5) foi um verdadeiro sucesso, com o espaço lotado de espectadores ansiosos por apreciar a música clássica. Regência impecável e repertório diversificado Sob

Leia Mais →