Assine nossa newsletter para se manter atualizado com dicas, notícias e promoções.

Sharon Stone revela na autobiografia os atores que a pressionaram para dormir com eles – Atualidades

Sharon Stone revela pressões de produtor para dormir com colega de filme em autobiografia

A atriz Sharon Stone revelou em sua autobiografia “The Beauty of Living Twice” que foi pressionada por um produtor de cinema a dormir com seu colega de cena para que ele melhorasse sua atuação. Stone contou que o produtor a convenceu de que a química entre os dois na tela seria beneficiada se eles tivessem um relacionamento íntimo na vida real.

Na autobiografia, a atriz detalha o desconforto da situação, recusando a proposta e defendendo que seu trabalho era representar, não se envolver em relacionamentos pessoais para melhorar uma produção cinematográfica. Stone revelou que o episódio ocorreu durante as filmagens de “Violação de Privacidade”, um thriller erótico controverso lançado em 1993.

Identidade dos envolvidos é revelada

Na segunda-feira, Sharon Stone revelou que o produtor em questão era Robert Evans e o ator era Billy Baldwin. A atriz descreveu a situação em que foi chamada ao escritório do produtor, que tentou convencê-la a dormir com Baldwin para melhorar a performance dele no filme. Stone recusou a proposta e afirmou que acredita no profissionalismo e na capacidade de atuação sem a necessidade de envolvimento pessoal.

Stone também expressou sua frustração por não ter sido ouvida quanto às sugestões de elenco para o filme, como escolher Michael Douglas, com quem contracenou em “Instinto Fatal”. A atriz destacou a diferença de profissionalismo e preparação do ator, comparando-o com a situação em que foi pressionada a se envolver em um relacionamento pessoal para melhorar a produção.

Legado de Robert Evans em Hollywood

Robert Evans, falecido em 2019 aos 89 anos, foi um icônico magnata de Hollywood, conhecido por seu estilo de vida extravagante e pelo sucesso na gestão dos estúdios Paramount. Durante sua carreira, Evans produziu filmes aclamados como “O Padrinho” e lançou sua autobiografia em 1994, que mais tarde foi adaptada para um documentário.

Apesar de seus sucessos, Evans também teve sua parcela de fracassos na produção de filmes, incluindo “Violação de Privacidade”, o filme em questão no episódio revelado por Sharon Stone. A história contada pela atriz ressalta a importância do profissionalismo e da ética no ambiente de trabalho, além de destacar os desafios enfrentados por mulheres na indústria cinematográfica.

Com a revelação da pressão sofrida por Sharon Stone, o debate sobre os abusos de poder e as expectativas injustas impostas aos atores em Hollywood ganha destaque, reforçando a importância do respeito e da igualdade de oportunidades no setor cinematográfico.

Facebook
Twitter
Email
Print

Deixe um comentário

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Artigos Parecidos